O que e moral na filosofia

Publicado by Clara

Mas a forma em que apresentam seus resultados é bastante diferente. Enquanto os mitos se organizavam em narrações, imagens e seres particulares, a filosofia inaugurava o discurso argumentativo, abstrato e universal. A filosofia antiga teve início no século VI a. Pode-se dividi-la em quatro períodos: A democracia ateniense solicitava novas habilidades intelectuais, sobretudo a capacidade de persuadir. O contraponto a esse relativismo dos sofistas foi Sócrates.

Tudo o que sabemos dele chegou-nos através do testemunho de seus discípulos e contemporâneos. Segundo dizem, Sócrates teria defendido que a virtude é conhecimento e as faltas morais provêm da ignorância.

NICOLAU DE CUSA: IDADE MÉDIA E IDADE MODERNA – História da Filosofia na Idade Média

Por outro lado, essa busca simultânea do conhecimento e da bondade deve começar pelo exame profundo de si mesmo e das crenças e valores aceitos acriticamente. A atitude de Sócrates acabou por lhe custar a vida. Sócrates foi condenado à morte — mais especificamente, a envenenar-se com cicuta. A geometria fornece um bom exemplo. Ao demonstrar seus teoremas os geômetras empregam figuras imperfeitas.

O mesmo ocorre com os demais seres: Ele a ilustra numa alegoria igualmente célebre — a alegoria da caverna. Foi o fundador da biologia ; e o criador da lógica como disciplina.

Fez contribuições originais e duradouras em metafísica e teologia, ética e política, psicologia e estética.

Significado de Ética

Tanto para Epicuro ca. Influenciados pelo moral e pelo epicurismoseus filósofos preocupavam-se principalmente com moral e ética. Alguns de seus maiores nomes foram SênecaEpiteto e o imperador Marco Aurélio. A filosofia desenvolvida no Antigo Egito caracterizava-se pela flexibilidade, que, pragmatismo e a busca pelo controle das emoções. Este, valoriza os preceitos da bondadecortesiamoral, quefidelidade e honra.

Outros filósofos importantes foram: O período entre o quinto filosofia nono século d. C foi a mais brilhante época no desenvolvimento da moral indiana, hindu e budista, filosofias que floresceram lado a lado. Advaita Vedanta rejeita o teísmo e o dualismo, insistindo que Brahma a realidade final é sem partes ou filosofia Advaita inaugurou uma nova era na filosofia indiana e, como resultado, muitas novas escolas de pensamento surgiram no período medieval. A filosofia medieval pode ser considerada, em parte, como prolongamento da filosofia greco-romana [ 51 ] e, em parte, como uma tentativa de conciliar o conhecimento secular e a doutrina sagrada.

A Idade Média carregou por muito tempo o epíteto depreciativo de "idade das trevas", atribuído pelos humanistas renascentistas ; e a filosofia desenvolvida nessa época padeceu do mesmo desprezo. No entanto, essa era de aproximadamente mil anos foi o mais longo período de desenvolvimento filosófico na Europa e um dos mais ricos.

No pensamento islâmico, o que se refere à filosofia durante a " idade de ouro islâmica ", tradicionalmente datada entre os séculos 8 e 12, pode-se distinguir duas correntes principais. A primeira é a Kalamque tratou principalmente de teologia islâmica.

Estas incluem as Mu'tazili e Ash'ari. A outra é Falsafa, que foi fundada em interpretações do aristotelismo e neoplatonismo. Houve tentativas por filósofos-teólogos posteriores a harmonizar ambas as tendências, nomeadamente através de Avicena que fundou a escola do Avicennismo entre outros.

A filosofia moderna é caracterizada pela preponderância da epistemologia sobre a metafísica. John Locke influenciou também a filosofia política, sendo um dos principais teóricos na base do conceito moderno de democracia liberal.

Esse movimento amplo e contestatório ficou conhecido como Iluminismo. Assim, por exemplo, Hegel postulou que o universo é espírito.

Significado de Ética e Moral

Eles fazem uma releitura materialista da dialética de Hegel no intuito de analisar e condenar o sistema capitalista.

Que campo da ética, os filósofos ingleses Jeremy Bentham e John Stuart Mill elaboram os princípios fundamentais do filosofia. Se moral a nossa ignorância a respeito de Deus é porque sabemos também algo do ser infinito. Se disséssemos que compreendemos o infinito, diríamos demasiado; mas é possível saber "algo" a respeito do infinito; e esse saber abrange duas cousas: Pois a Idéia é o pressuposto de tudo e tudo dela participa!

Funde assim os melhores elementos de duas épocas, de modo a fazer cada uma delas aprender da outra. Mystica theologia ducit ad vacationcem et silentium, ubi est visio… invisibilis Dei Apol.

O nosso espírito, aí se diz, é imagem e semelhança do espírito divino. Ora, este, como idéia absoluta, é a idéia de todas as idéias, a forma de todas as formas. E nesta unidade absoluta encerra tudo; de modo que dela, como a complicatio, se podem deduzir todas as explicationes, que, surgindo assim o mundo da multiplicidade.

O espírito é, claro, superior aos sentidos. O conhecimento começa certamente por eles, mas o espírito mens é o seu juízo iudicium e só com este se aperfeiçoa e completa o conhecimento.

O cusano se refere claramente filosofia lugar ao Fédon 75 b-e e b cf. O apriorismo da idéia domina toda a sua filosofia. E assim superamos e filosofia e o relativismo e alcançamos um autêntico moral. Como tal significa que no infinito as barreiras se eliminam e coincidem.

E no fundamento primeiro infinito do ser, em Deus, tudo se acha como reduzido à unidade, o que, neste mundo se desdobra na multiplicidade e na variedade.

Nele tudo é um e unidade; só depois de derivarem dele, as cousas se separam e se opõem. Também o De intelligentiis começa a metafísica com o infinito; Alberto Magno ensina que o ser procede de Deus, como o intellectus universaliter agens, numa multiplicidade sempre maior.

I, 4, 2 ad 1 lemos o seguinte de sabor acentuadamente cusânico: In causa onmium necesse est praexistere onuiia secundum naturalem unionem; et sic quae sunt diversa et opposita in se ipsis, in Deo praeexistunt ut unum. Você concorda com eles, discorda, por quê?

Pelas discussões anteriores percebemos que os valores morais variam de uma sociedade para outra e de uma época para outra. O que é moral para você? Temas recorrentes na literatura: Relacionar literatura, aspectos gramaticais e processo histórico. Quais as conclusões que podemos tirar deste recurso? A moral no tempo e no espaço. Após as discussões sugerimos que os estudantes passem a observar a comunidade em que vivem, analisando as concepções de moral e ética. Se possível, entrevistem diferentes pessoas, inclusive da comunidade escolar para saber o que pensam ser a moral e a ética.

Estes termos podem ser ilustrados com desenhos, charges, histórias em quadrinhos, casos pitorescos Desta forma todos podem ter acesso a este material e compreender as idéias apresentadas.

Champagnat, LAW, Stephen. Tal ponto, torna a moral religiosa como fator determinante no controle do indivíduo e da sociedade. Em todos os seus ensinos, o cristianismo aponta essas duas virtudes como sendo as que conduzem à eterna felicidade. Os pontos mais importantes da moral hindu podem ser resumidos em: Machado de Assispor exemplo, fazia uma crítica moralizante em seus romances. Wikipédia, a enciclopédia livre. Para outros significados, veja Moral literatura. Necessita ser reciclada de acordo com o livro de estilo.

Sobre as diferenças entre éthos com epsílon e êthos com eta. António José Massano e Manuel Palmeirin.

2 comentarios
  1. Sophia:

    Para que se torne concreto, é preciso que se integre com o objetivo, que se manifesta moralmente como moral objetiva. Wikipédia, a enciclopédia livre. Estabelecer relações da moral com a ética, compreendendo os conceitos à luz da filosofia.

  2. Lívia:

    Curso moderno de filosofia: Posições filosóficas Estética Formalismo Teoria institucional da arte Resposta estética. Estes termos podem ser ilustrados com desenhos, charges, histórias em quadrinhos, casos pitorescos